RedeCanais: Animes, Séries, Filmes e Desenhos Online! E o melhor, é de Graça!
Bem vindo
Entrar / Cadastrar


Dragon Ball GT - Episódio 54 - O Guerreiro do Sol

Obrigado! Compartilhe com os seus amigos!

URL

Voce não gostou deste video. Obrigado pelo seu feedback!

* Nos ajude, Compartilhe este video! Publique em seu site ou blog.
* Não e necessario login para assistir!
* Uptime 100%, Todos os nossos videos são hospedados em nossos servidores. não se preoculpe!
* Tecnologia Flash e HTML5 é compatível com todos os dispositivos móveis (iPhone / iPad, Android)
* Por favor não altere o lik: "http://www.redecanais.com/embed/ID" Isto detecta o video!
URL

8,886 Visualizações

Comentarios Facebook

Comentar Como Usuario RedeCanais

Faça login ou registe-se para poder comentar.

Comentários De Usuarios RedeCanais

  • Bu mame Adicionado há Esta resposta justifica uma maior precisão de esclarecimentos. O termo centígrado é anterior ao termo que deriva do apelido sueco Celsius, como regista o Dicionário Houaiss: «[a] partir da Conferência Geral de Pesos e Medidas (1948), centígrado foi substituído por célsius, do astrônomo sueco Anders Celsius (1701-1744)». Esta informação é, em certa medida, confirmada por Guilherme de Almeida, em Sistema Internacional de Unidades – Grandezas e Unidades Físicas, Terminologia, Símbolos e Recomendações (pág. 31, nota 7*), que identifica como termo correto, não célsius, mas «grau Celsius», cujo símbolo é ºC. Os dicionários e vocabulários ortográficos portugueses e brasileiros apresentam também a adaptação do nome Celsius a nome comum. No dicionário da Academia das Ciências de Lisboa , bem como no Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa da Porto Editora (edição de 2009, em papel) e no Vocabulário Ortográfico do Português (Portal da Língua), escreve-se celsius, cuja transcrição fonética, ['s?lsju?], por marcar o acento tónico sobre a sílaba cel-, pode deixar supor que a grafia não é congruente com a pronúncia, aparentemente fugindo aos princípios e regras ortográficas que definem a correspondência entre grafia e fonia (seria de esperar célsius). Todavia, impõe-se observar que, em Portugal, desde há mais de 80 anos, os termos técnicos de uso internacional mantêm a grafia da língua de proveniência; por exemplo, estão corretas as grafias joule e watt, sem itálico, nem aspas, tanto no âmbito da aplicação do Acordo Ortográfico de 1945 como no da adoção do Acordo Ortográfico de 1990. Não obstante, refira-se que, em relação ao Brasil, o Dicionário Houaiss e o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa da Academia Brasileira de Letras aplicam um acento gráfico a célsius, de forma a dar conta da acentuação tónica da primeira sílaba do nome Celsius ("célsius"). Ainda assim, pelo menos, em Portugal, é, portanto, legítimo escrever celsius, pela razão já apontada. Sobre a preferência a dar a «grau Celsius» ou celsius (ou, ainda, célsius) sobre centígrado, trata-se de matéria controversa: para Guilherme de Almeida (idem, ibidem), o uso de centígrado é incorreto, pelo que se impõe a adoção do termo «grau Celsius»; D'Silvas Filho, sem deixar de concordar que «grau Celsius» é o termo mais rigoroso e correto, considera que não é inaceitável a expressão «grau centígrado» no registos não especializados e lembra que «os dicionários continuam a incluir a designação de grau centígrado», apesar de a remeterem para «grau Celsius» ("Grau centígrado novamente", 1/06/2004).
  • Bu mame Adicionado há Tá legal senhor salsichão
  • redecanais Banned Adicionado há Só uma correção, não existe 6000 graus ''centigrados'' e sim 6000 graus ''celsius'' ou outras medidas conforme o país. Centigrados tem a ver com trigonometria na parte de arco da circunferência, grau, radianos e ''grado''. (y)
RSS